Menu

Projetos & Dicas

O que quero ser quando crescer?

O projeto do Grupo IV Vespertino iniciou-se quando, em uma determinada brincadeira, as crianças falavam sobre qual papel cada um iria ter, mas logo o assunto mudou e os pequenos começaram a falar sobre o trabalho dos adultos. A professora Izabela Rocha, então, perguntou: “O que vocês vão ser quando crescer?”. Foi a partir desse debate e das curiosidades dos pequenos em conhecer as profissões que foi decidido, coletivamente, o projeto de pesquisa da turma.

Como todo projeto, a professora coletou as informações que as crianças já sabiam sobre o assunto e o que elas gostariam de aprender:

– Quais profissões têm aqui na escola?

Eles responderam:

– Professores!

Mas será que temos só professores na escola? Vamos procurar saber?!

O grupo saiu pela escola perguntando a todos que encontravam quais eram suas profissões. Tinha cozinheira, pessoal do apoio, porteiro, segurança, secretária, administradora, diretora, coordenadora, nutricionista, psicóloga e, claro, professores. Depois da coleta de dados, os pequenos fizeram um gráfico das profissões presentes no IECE e, a partir dele, perceberam que na escola existem várias profissões. Além dos professores, eles perceberam que há outras pessoas que trabalham em prol do desenvolvimento e manutenção da nossa escola. Algumas delas visitaram a sala do GIV Vespertino, como a nutricionista da escola, Suênya, que falou sobre sua profissão e sobre comida saudável, e a psicóloga Cristina.

projeto_g4_vesp_1tri-300x176 O que quero ser quando crescer?

Alguns familiares foram à sala do GIV Vespertino para falar sobre suas profissões para as crianças.

Nos momentos da fruta e do viveiro, eles exploraram as profissões de vendedor de frutas e agricultor. Também viram o quanto é importante a trabalho do gari para a nossa cidade. Além das profissões, as crianças perceberam a importância do trabalho em equipe, principalmente durante o JIECE. Durante esse momento, descobriram que até alguns animais dividem as suas tarefas, como as formigas e as abelhas.

O fechamento do projeto ocorreu com um vídeo do “Quintal da cultura”, que fala de forma lúdica sobre o dia do trabalhador, comemorado no dia 1º de maio. Eles aprenderam, ainda, que, quando eles escolherem a profissão que querem ser, irão estudar na “escola de adultos, a Universidade”, onde alguns de seus familiares trabalham como professores. É um projeto muito rico e, assim, não se “encerra” no primeiro trimestre. Durante todo o ano letivo, outras curiosidades sobre profissões irão surgir e apostamos que a professora Izabela não deixará de ressaltar a importância de cada uma delas!